Blog

  • Aplicativo que simula cirurgia plástica: ajuda ou atrapalha?

    jovens-belas-mulheres-asiaticas-com-cabelos-longos-e-castanhos-levando-um-selfie-no-telefone-no-parque-iluminacao-natural-cores-vibrantes_1253-1117

     

    Uma nova categoria de aplicativos para smartphones está em alta, os que simulam resultados de cirurgia plástica. Quem está em dúvida se deve ou não passar por uma intervenção acaba utilizando o recurso para avaliar as possibilidades. Mas até onde o que aparece na tela é realizável em procedimentos de verdade? E como a expectativa dos pacientes é influenciada por esse tipo de tecnologia? Descubra como funcionam e quais os problemas de simular uma operação pelos novos apps.

    Pense no que você mudaria na sua aparência. Seios maiores, nariz mais arrebitado ou cintura mais fina? Tudo isso está ao alcance de um clique. Com o dedo, você ajusta na imagem o formato e tamanho exatos que gostaria de ter em qualquer parte do corpo. O recurso é febre nas redes sociais, já que o resultado é uma foto muito próxima da realidade. Em tempos que a aparência é tão valorizada para ganhar mais likes, o aplicativo acaba fazendo muito sucesso.

    Porém, algumas pessoas utilizam a ferramenta como um simulador do que poderia ser feito em um procedimento cirúrgico. O problema é que os fatores que envolvem uma operação são muito mais complexos. Além do objetivo do paciente, é preciso levar em conta o histórico de saúde, os riscos e outros elementos conforme cada tipo de cirurgia, como estrutura óssea e espessura do tecido na região. Dessa forma, para ter um parecer correto, é imprescindível passar por uma consulta de avaliação com um cirurgião plástico. Só ele é capaz de ajustar as expectativas do paciente às possibilidades reais de resultado do procedimento.

    Por isso, sempre consulte um médico quando o assunto for a sua saúde. Um aplicativo pode parecer uma solução rápida e prática para prever a aparência após uma cirurgia plástica, mas é também um criador de falsas esperanças. Tenha em mente que nenhuma ferramenta substitui o atendimento de um profissional com anos de experiência em operações reais.