Blog

  • Mamoplastia de aumento: conheça a cirurgia que modela os seios

    image

     

    A Mamoplastia de aumento é um procedimento indicado para mulheres que estão insatisfeitas com o tamanho e formato das mamas. A cirurgia consiste na colocação de próteses de silicone para corrigir a projeção dos seios e a simetria do busto, resolvendo problemas de flacidez e seios “caídos”. Os implantes também são utilizados para reconstruir a mama após uma lesão ou mastectomia - remoção mamária.

    Previamente à operação, a paciente passa por uma avaliação médica para identificar se há alguma incompatibilidade do organismo com a intervenção. O cirurgião solicita um exame de mamografia a fim de verificar a saúde do tecido mamário, assim como testes laboratoriais.

    As primeiras consultas servem para combinar o tamanho do implante. Junto com o médico, a paciente define a prótese desejada com base na densidade do seios e na elasticidade da pele. Nessa etapa também começamos a delinear o tipo de inserção do silicone.

    O implante pode ser colocado por cima do músculo peitoral (colocação submuscular) ou por baixo, atrás do tecido mamário (colocação submamária / subglandular). Esta escolha deve ser feita a partir do perfil físico da paciente. Indico a colocação submuscular quando há gordura suficiente na região. Já em casos de seios muito pequenos, recomenda-se a introdução por baixo do músculo.

    A prótese de silicone é feita de gel coesivo, um material com textura similar ao tecido das mamas. Por isso, se ocorrer ruptura, o gel permanece inteiro dentro do invólucro e não causa risco de infecção. Para garantir que a prótese esteja na posição correta e bem conservada, aconselha-se fazer a mamografia a cada dois anos.

     

    VEJA TAMBÉM

     

    Existem vários tipos de próteses. Os formatos mais comuns são as redondas ou anatômicas, que alternam entre formato ou estilo (alto, moderado, ultra-alto, etc). Através do modelo de prótese, o médico determina o corte a ser realizado. Conheça as técnicas:

    • Axila: o corte é feito de três a seis centímetros, de modo que se torna imperceptível depois da cicatrização. O implante é “empurrado’’ por uma distância longa até ajustá-lo a mama, portanto, a cirurgia é mais demorada.

    • Aréola: a incisão na aréola é muito pequena, ideal para implantes de pequeno porte ou próteses que são gradualmente preenchidas (implantes salinos). Porém, a escolha deve ser evitada em pacientes que ainda não tiveram filhos, visto que há probabilidade de atrapalhar a amamentação.

    Tudo acertado até aqui? Chegou a hora de fazer a colocação da prótese. O pré-cirúrgico demanda uma série de restrições na rotina, como por exemplo:  

    • Suspender bebidas alcoólicas e cigarro dias antes do procedimento;

    • Fazer jejum de sólidos e líquidos oito horas antes da intervenção;

    • Prevenir-se contra gripes e resfriados, avisando o médico se enquadrada nestas circunstâncias.  

    A cirurgia é realizada sob anestesia geral e dura cerca de 45 minutos. Ao finalizar a operação, o cirurgião adiciona dois drenos à incisão com o objetivo de eliminar qualquer líquido no local. Esses drenos são retirados dias após o procedimento e a alta hospitalar pode ocorrer em até 48 horas.

    Depois da mamoplastia, é importante seguir alguns cuidados básicos. São eles:

    • Dormir de barriga para cima durante todo o primeiro mês, evitando ao máximo as posições laterais e de barriga para baixo;

    • Evitar movimentos com os braços, como dirigir, cozinhar e esforços físicos, por 20 dias;

    • Tomar banho completo somente após 1 semana ou na data orientada pelo cirurgião para impedir que os pontos molhem.

    • Evitar exposição solar por 3 meses

    A cicatrização dos cortes deve ser monitorada pelo médico nos primeiros sete dias. A recuperação total da área se estende por oito semanas após a cirurgia. Neste período, a paciente precisar usar o sutiã pós-cirúrgico em tempo integral para evitar que os seios sofram impacto e causem o deslocamento da prótese. O retorno às atividades da rotina deve acontecer em 30 dias, quando a paciente já não sente dores e incômodos.

    O silicone costuma durar por toda a vida. Mas caso a prótese precise ser trocada, a mudança acontece somente depois de 10 ou 20 anos da colocação.

    Agora que você já sabe tudo sobre mamoplastia, realize a vontade de ter um corpo bem definido e agende um horário comigo. Mais informações pelo  telefone (51) 3222-6939 ou pelo WhatsApp (51) 999-156-232.